Bom Dia! São Paulo, 19 de Junho de 2018
Editorial Veja +
11 anos da lei Maria da Penha
11 anos da Lei Maria da PenhaNeste mês de agosto a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340), completa 11 anos de existência. Isso é um marco na história dos direitos em defesa da mulher no Brasil. Mesmo assim, os casos de violência doméstica têm aumentado...

Ler Mais
Eunice Cabral
Presidente da Conaccovest-BR
 
Boletins Veja + Revistas Veja +
Versão Português / Portuguese Version  
Fevereiro/2016
Versão Português / Portuguese Version  
Dezembro/2014
Vídeos Veja +
LER/DORT - notificação compulsória pelo SUS
Enquete  
 
Na Luta contra o Trabalho Infantil
12/06/2017

 

Na luta contra o Trabalho Infantil

Hoje celebramos o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A data foi instituída no ano de 2002, a partir de uma iniciativa da Organização Internacional do Trabalho (OIT), órgão ligado a Organização das Nações Unidas (ONU), para a conscientização da sociedade e, principalmente, dos governos, com o objetivo de se criar metas para acabar com este que é um dos maiores males que ainda enfrentamos em pleno século XXI: a exploração do trabalho infantil no mundo.
Estima-se que no mundo existam aproximadamente 246 milhões de trabalhadores com idade entre 5 e 17 anos, dos quais 85 milhões trabalham em atividades consideradas como as piores formas de trabalho, chegando a situações de escravidão, de prostituição, pornografia e atuação no tráfico de drogas, além de outras atividades que geram danos à saúde, à segurança e ao desenvolvimento destes jovens.
Destes 246 milhões de jovens no mundo, há 3,3 milhões de crianças e adolescentes que trabalham de forma ilegal no Brasil. Em consequência, muitas delas perdem direitos básicos a ter uma vida digna como acesso a um ensino de qualidade, ao lazer, à convivência familiar e social. Além disso, esses jovens trabalhadores estão expostos a várias situações de risco como mutilações, intoxicações e outras formas de acidentes de trabalho.
Com essa situação é imprescindível que a sociedade tenha a real dimensão desse problema social e enfrente essa grave situação. Que os estados e os municípios não virem as costas para as políticas públicas de combate ao trabalho infantil e que a população denuncie os casos de exploração, por meio do "Disque 100" ou diretamente ao Ministério do Trabalho, dos Ministérios Públicos do seu Estado ou do Trabalho e aos Juizados da Infância e Juventude.
Portanto, a situação é de cada vez mais urgência e a denúncia é a melhor arma contra a este crime que é cometido a vários jovens que são condenados e injustiçados e que tem os seus direitos mais básicos garantidos pela nossa Constituição arrancados. Por isso, nós sindicalistas vamos cobrar o poder público sobre as questões relacionadas ao trabalho infantil, exigindo a políticas públicas que serão adotadas no combate a este mal.


   
Autor: Mario Coimbra

Compartilhe:
Compartilhe no Facebook
Imprimir
Voltar
 
 
Visitantes
Nº de Visitantes
Sede Conaccovest - Brasília
SHS, Quadra 02, Bloco J –Loja 01 – Edifício Bonaparte Brasília – DF
Cep: 70322-901 Tel: 0xx 61 - 3225.0950

Desenvolvido por
Ábaco Informática - (11) 3333-3234